quinta-feira, 6 de novembro de 2008

... Primeiro dia de trabalho



…. Continuei ali de pé , enquanto o P.. e a Dona L… acertavam as horas para reuniões e atendimentos de entidades externas à empresa, eu ia apreciando o seu rosto ... ora franzia a testa ... ora apertava os lábios ... que vontade enorme de o beijar, tudo nele me agradava e me fazia deseja-lo muito. Aproveitando uma ligeira pausa da Dona L. ele olhou para mim, aquele olhar de desejo , fez me corar violentamente, minhas pernas tremeram, fiquei com o nó na garganta, virei costas e fui me acalmar para o meu gabinete. Apercebi-me da saída de dona L… não consegui sair mais do meu gabinete, fiquei colada à cadeira, não conseguia emitir qualquer som , meu coração começou a cavalgar, minha respiração ficou ofegante, eu sentia que ele se aproximava, quando apareceu à porta tudo parou, levantei me como um autómato, fomos nos aproximando e caímos nos braços um do outro desesperadamente, beijamo-nos loucamente, ferozmente, ele percorreu meu pescoço… meu seios… sôfrego… virou-me de costas,… sua boca continuou a percorrer o meu dorso… inclinou –me ligeiramente sobre a secretaria,…abriu-me as pernas… e sua língua subiu desde a dobra do joelho… passando pelo interior da coxa…tocando no meu sexo… arrancando-me um gemido bem sonoro….ele sabia como me enlouquecer…..ele soltou o seu sexo que estava louco para me invadir, senti-o bem duro e bem quente atrás de mim…depois entrou deliciosamente, e me enlouqueceu totalmente, com o seu vai vem desesperado… suas mãos agarravam meus seios… seus gemidos entoaram no meu ouvido, fazendo gemer também. Ficamos assim um tempo com os corações acelerados, aos poucos fomos nos acalmando, beijou me e disse “ agora vamos trabalhar” rui-se e depois acrescentou “quer dizer vamos tentar trabalhar”, tirou a minha cueca do bolso sentiu –lhe o cheiro e disse “ esta vou guarda-la para mim para quando tiver saudades tuas” e foi –se .
Fui a casa de banho me recompor, utilizei a cueca que apareceu misteriosamente na minha cadeira, e voltei ao gabinete dele para começar a trabalhar…..

5 comentários:

Pekenina disse...

Ai meu deus... isto é loucura atrás de lucura! :)

O Principe disse...

Mas afinal quem é que lavou as cuecas e as deixou lá?

Só o facto de as lavar parece-me logo um desperdício, mas pronto!...

VERTIGO disse...

Huuuuuuummmmmmmm!!!! Delicia de conto...mas conta mais......estou a ficar mais louco de vontande.....

Beijos!!

Di disse...

Uiiiiiiii..........

f.a disse...

Vou ser sincera,ta demais,de repente subiu-me uns calores....aiiiiiiiiiiiii