sexta-feira, 14 de novembro de 2008

... O seu aniversário

… Com a ajuda da Dona L. fiquei a saber que ele fazia anos, combinei com ela não marcar compromissos perto da hora o almoço , eu queria o livre só para mim. Providenciei uma garrafa de champanhe bem fresquinha e algo leve para comermos.
Andei toda a manhã eufórica, evitei falar com ele, guardei as duvidas profissionais para mais tarde, mesmo assim ele chamou por mim a meio da manhã, fiquei mais longe dele do que é costume, ele riu-se e pediu para eu chegar mais perto, respondi que não era boa ideia e lembrei lhe do que tínhamos prometido, mas sempre sem olhar directamente para ele, o olhar dele derretia-me, ele levantou –se eu desviei-me ainda mais , pedi-lhe por favor para não me tocar, ele estranhou mas voltou a sentar-se, respirei de alivio.
Chegou a hora do almoço , já tinha preparado a mesa da sala de reuniões, para almoçarmos, chamei por ele, ficou estupefacto com a surpresa, beijou-me, despiu-me com a urgência habitual, parou por uns tempos apreciar o meu corpo dentro de uma lingerie preta e vermelha, continuando de seguida a devorar-me intensamente...esta foi a entrada, depois sentamo-nos nus em cima da mesa , ele abriu a garrafa de champanhe , depois ora bebíamos ora comíamos ora comíamo-nos, percorremos aquelas divisões sempre com a mesma sede. Por fim decidi dar-lhe a prenda de aniversário. Estávamos deitados no chão ele por traz eu encaixava-me perfeitamente no colo dele e disse: Quero que entres em mim por onde nunca entraste”, seu sexo voltou a endurecer, senti-o a agitar-se mas minhas nádegas, ansioso por explorar um caminho tão desejado e nunca antes explorado…ele beijou a minha nuca… meu pescoço me fazendo estremecer, lentamente vai entrando… docemente,… murmurando ao ouvido palavras doces… o som da sua voz me relaxa … faz meu corpo de abrir…. e deixar o seu sexo seguir o seu caminho carinhosamente mas determinado… abraçou-me… fiquei ainda mais aninhada no seu colo… e ele mais dentro de mim,…numa mistura de dor e prazer…gemo chamando o nome dele….sinto o seu prazer … o seu tesão ….a minha excitação aumenta…meu corpo relaxa ainda mais….nossas ancas se movimentaram em sintonia esta dança fê-lo gemer bem perto do meu ouvido misturado com o meu nome…agarrou as minhas ancas e loucamente delirou dentro de mim… acariciei o meu clítoris a mão dele encostou-se à minha e num frenesim louco me fez subir às nuvens intensamente…continuamos assim deitamos no chão bem coladinhos… relaxados saboreando o calor dos nossos corpos ….fomos sobressaltados pelo despertador do relógio do escritório. Para ficarmos mais a vontade pedi à Dona L para entrar ao serviço meia hora mais tarde (esta mulher era um anjo), e pus o relógio a despertar quinze minutos antes para nos recompormos. Acelerados andamos por todas as divisões a por tudo em ordem, desta vez não perdi a cueca hihihihihihih, ele beijou-me intensamente e disse-me “ obrigado por existires nunca vou esquecer este dia”…


6 comentários:

VERTIGO disse...

Que aniversário!!! Dificil de esquecer, melhor ainda é ser lembrado, é nessas horas que sabemos que somos queridos, etâ empresa que pega fogo, etâ caboclo de sorte,srssrsrsr

Um beijo e ótimo fim de semana.

O Principe disse...

Bela prendinha!

Beijos Principescos!

f.a disse...

Que rica prende de anus!

Barbara disse...

Só podia ser Escorpião o menino!!!

lol

bjs

▒▓█► JOTA ENE disse...

ººº
Já ouvi esta história, não sei onde rs

Ari disse...

"Sexo, movimento calmo, sincronizado, desejado, aumentando a intensidade conforme a nossa vontade."

(Érika Antonelli)