terça-feira, 3 de março de 2009

... O sonho






























... Encontrava-me numa caverna deitada em algo macio que não conseguia identificar… tinha pouca luz… em tons de amarelo… assustei-me quando senti algo a tocar me… era um animal parecido com uma pantera… lambia-me os pés… apavorada tentei ficar o mais quieta possível… as lambidelas passaram para as pernas … eram quentes e suaves… o meu medo deu lugar à excitação… dei por mim deitada de barriga para baixo… aquela língua ia subindo… lentamente… por entre as coxas… senti a saia a sair… senti uns dentes a puxar as minhas cuecas… deixei –me ir … já não tinha receio daquela fera… percorreu as minhas nádegas… provocou-me arrepios nas costas… senti-me a virar… humedeceu-me os seios… o seu bafo queimava-me a pele… deslizou pelo meu ventre abaixo… arrepiei… contornou o meu sexo… estremeci… desceu pelas minhas coxas… parou nos joelhos…. para voltar novamente a subir… por dentro das coxas…quando tocou no meu sexo… senti um misto de medo e prazer… o seu babo misturou-se à minha humidade… a fera lambia me suavemente… humedecendo –me cada vez mais… minhas ancas se movimentavam … desesperadas… sua língua ficou furiosa e mais agitada… meus gemidos foram crescendo… e o grito que dei de prazer fez me acordar do… sonho… fiquei confusa já não sabia onde estava… olhei em redor à procura da fera … vi uma vela acesa … depois apercebi-me que estava no quarto do pintor… nua… e o P. tinha a cabeça entre as minhas pernas … e sorria… perguntou me com quem eu estava a sonhar… com um felino… respondi eu … e sorrindo disse lhe “ tens uma língua maravilhosa” … “ então vou continuar amar-te como um felino” respondeu ele… tirou rapidamente a roupa dele perante o meu olhar atento… beijou-me com saudade… colou o seu corpo ao meu, rolamos na cama… coloquei-me de joelhos… com os braços apoiados na grade da cama… encostou –se a mim por trás… fazendo sentir dentro de mim o seu sexo duro e forte… o seu vai vem furioso e alucinante faz a cama gingar como se fosse se desfazer… por fim ele explode dentro de mim, seu gemido de prazer perto do meu ouvido me fez enlouquecer logo de seguida me fazendo gemer também … ficamos um pouco juntos olhando um para o outro .. o tempo suficiente para nos acalmarmos tínhamos de nos vestir de seguida, não podíamos voltar adormecer como na noite anterior….

8 comentários:

Anónimo disse...

Bom dia

Felina, é tão bom sonhar e acordar nessas condições, não é?

eu também adoro ser um gato....qd estou com a minha Felina

Russo

f.a disse...

Ai amiga....pensei que ias ser o jantar do felino....mas afinal fostes "comida" pelo gajo bom...ainda bem!

Bons sonhos!!!

Anónimo disse...

Olha a F.A por aqui

já ao tempo que não te via
onde tens andado??


Russo

Blue disse...

Ai ca bô!!!
;)

kiss

phantasia disse...

Supondo ser o meu felino de eleição:
Sonhar com uma Pantera é traduzir em sonhos a beleza selvagem e a elegância... é uma delícia saber que os seus inimigos não a poderão ferir.

Luis Bento disse...

Os teus textos continuam carregados de sensualidade...apetecia-me ser tigre...

carpe vitam! disse...

tão bom quando a realidade é melhor que o sonho, não é?

Mary disse...

que bala maneira de acordar não é? :) beijinho