quinta-feira, 30 de outubro de 2008

... A proposta

…O Sr administrador levantou se veio até mim e pediu me para me sentar no sofá, perguntou se eu queria alguma bebida, descartei qualquer bebida alcoólica e pedi um chá, ele dirigiu se a recepção, e enquanto isso fiquei observar melhor a sala , estava decorada de uma maneira sóbria mas com muito bom gosto em tons de vermelho bem escuro e preto era um gabinete quente e acolhedor, e aquele sofá era lindíssimo, aquele sofá…. despertou o que eu queria esquecer, fechei os olhos e comecei a imaginar eu com ele a fazermos amor ali mesmo, senti me humedecer, senti o cheiro dele, respirei o bem fundo, mas achei que era demasiado real, abri os olhos e gritei de susto, era mesmo ele que estava ali bem perto de mim, eu não o ouvi entrar absorta que estava nos meus pensamentos, ele riu se e eu fiquei furiosa, sou demasiado emotiva tenho tudo a flor da pele , assusto me e coro com muita facilidade. Levantei me rapidamente do sofá e distanciei-me dele. Perguntou porque ando a evitá-lo entretanto entra o Sr. administrador todo sorridente a dizer: - já chegaste meu filho, foi mesmo na hora certa ia agora mesmo fazer a proposta a menina F. Aiiiiiii, eu não estava nada a gostar daquilo ele afinal é filho do administrador , prevejo sarilho muito sarilho…
A proposta era a seguinte o Sr administrador ia se ausentar do país por 6 mêses para prospecção no mercado estrangeiro, o filho adiou uma proposta de trabalho na Itália para substituir o pai e eu ia dar apoio administrativo ao filho mas só por 6 mêses depois voltaria ao meu antigo trabalho, vantagens? Ia ganhar mais….desvantagens como iria trabalhar com ele sempre ao pé de mim, será que íamos fazer sexo o dia todo? Já com o pai ali ao lado já nos devorava-mos com o olhar. Agora porquê eu ? parece que o meu chefe informou que eu era a mais eficiente, não sei, os meus colegas vão achar que é outra coisa. Não sabia se havia de aceitar ou não, pedi um tempo para pensar, só me deram um dia. Agora sei o nome dele P…, ele olhava para mim ansioso queria que eu aceitasse já, e para ganhar tempo disse que me ia mostrar as restantes instalações do piso 12, entretanto o pai dele recebeu uma chamada e entramos num gabinete que supostamente iria ser o meu, mal ficamos sozinhos beijamo-nos com tanta fúria que até fiquei com os lábios doridos e a latejar, o P… sentou me na secretaria, beijou o meu pescoço, os meus seios, tanto as minhas mãos como as dele percorriam freneticamente os nossos corpos, sempre com a mesma fome a mesma urgência de sempre, era assustador a nossa dependência um do outro, mas naquele momento eu não queria pensar nisso, gemi um pouco alto quando ele tocou com mão no meu sexo, ele fez shiu no meu ouvido (o pai estava ali ao lado) mas era difícil abafar ele fazia me entrar noutra dimensão, numa entrega sem reservas e naquele momento eu só queria que ele entrasse em mim com fúria ,com fome, com desejo, e numa tentativa de abafar os meus gemidos ele não tirou a boca dele da minha, prendeu o meu rosto com as mãos e eu abracei o tronco dele com as minhas pernas, eu quase sufocava, de não poder explodir livremente, soltei me da boca dele e ferrei a minha mão enquanto explodíamos de prazer.
Ficamos um pouco abraçamos ainda não estávamos saciados, mas tínhamos de sair dali, tínhamos de nos compor e acalmar, entretanto ele pediu tão carinhosamente para aceitar a proposta, não resisti …aceitei… o problema agora era passar pelo Sr administrador sem corar….


5 comentários:

Stranger disse...

...isto está cada vez melhor :D

Patrícia disse...

Ganhar mais... Estamos a fala de dinheiro? Isso deve ser o menos importante aqui... :) Eu inscrevia-me já era num curso de italiano, pelo sim pelo não...

VERTIGO disse...

Aceita a oferta e depois vê se consegue trabalhar, pelo fogo, é capaz de incendiar o prédio,srsrsrssr

Um beijo!!!

f.a disse...

Curioso ela tambem se chama F.?
Tá como eu gosto,sexo no trabalho,as escondidas de todos,que tesao...
Agora é vai ser...só trabalho...e ainda foste aumentada..maravilha!

Barbara disse...

Fantástico!

Adrenalina, perigo...e acrescentar o gostinho que fica o "quero-mais-que-isto"...

Lindo!

bjs barbaros