sexta-feira, 17 de abril de 2009

... A dança


… Foi uma tarde de trabalho muito difícil… o P não parava de me dar processos para preparar, queria fazer numa tarde todo o trabalho de uma semana que ficou adiado devido a sua ausência… a presença dele punha me nervosa… a simples visão do peito dele à mostra por entre a camisa desapertada… fazia o meu coração palpitar… por varias vezes fiquei rouca… e perdia a voz quando tinha que falar com ele … só olhava directamente para ele se estivesse distraído a ler algum processo… não dei pela hora passar… já era bastante tarde quando olhei para o relógio… tinha combinado com a E que dormiria na casa dela e iríamos dançar um pouco era a única coisa que me animava quando não estava bem … perguntei lhe se ainda precisava de mim… ele olhou para o relógio e viu que também já era tarde.. pediu me desculpa por me ter atrasado… disse que ia chamar um táxi para mim… informei que não era necessário iria ficar na capital em casa da E… inevitavelmente os nossos olhares se cruzaram … mais uns segundos e eu caia nos braços dele… ele ficou pensativo depois perguntou se eu ia dançar … antes de o conhecer eu passava as minhas noites de fim de semana a dançar… ele sabia disso…confirmei virei lhe as costas fui buscar um saco com alguns dos seus pertences que tinham ficado no quarto do pintor… não esperei que ele pegasse no saco … coloquei o perto dele e fui me embora rapidamente… estava a ser insuportável estar na presença dele sem o beijar … acariciar… mas eu era muito orgulhosa… era incapaz de beijar um homem sem saber se ele também o queria … a partir daquele fim de semana em Reims fiquei com duvidas… Eu e a E já tínhamos um lugar habitual para dançar… o ambiente estava animado mas custou me a entrar no espírito de festa… depois de começar não parei mais… deixei me possuir pela musica… entrei noutra dimensão… nada mais existia à minha volta… de vez em quando punham uma musica mais suave para dançar a dois … e claro que a E avisou o irmão que eu ia lá estar… e recusei o convite dele para dançar… não estava com paciência… eu sabia que ele ia tentar uma aproximação mais intima já era costume… ele insistiu… fiquei zangada e ia sair dali quando dou de caras com o P… os olhos dele riam… já devia estar ali algum tempo pelo copo que tinha na mão… não consegui dar mais um passo…fiquei presa no seu olhar… ele pousou o copo …veio em minha direcção… esqueci me de respirar… pegou em mim para dançar … senti me um tronco rígido… os meus pés pareciam feitos de chumbo… ficamos um tempo sem sair do sitio … estava demasiado tensa… ele falou me ao ouvido para eu relaxar… passou me as mãos pelas costas… arrepiei…beijou me o pescoço… um calor percorreu o meu corpo tornando o mais flexível …começamos a dançar… a harmonia que tínhamos quando fazíamos amor era a mesma ali a dançar … movíamos nos com muita sensualidade … os nossos corpos estavam demasiado colados… senti através da roupa a sua excitação a crescer… as nossas respirações tornaram se ruidosas… esquecemos nos de onde estávamos … já não era bem dança o que estava acontecer… eu já não aguentava mais estar ali dentro… pedi lhe para sairmos dali … saímos apressados… procuramos na rua um sitio isolado e beijamos nos com tanta sofreguidão… tanta loucura…tanta paixão… que acabamos por gozar só tocando nos por cima da roupa … por fim ele disse que queria passar comigo a noite.. na casa dele… fui avisar a E que já não dormia em casa dela… pelo caminho para casa dele falamos do nosso afastamento ele pensava que eu já não queria mais nada com ele sentiu me distante em Reims… eu disse que foi só impressão dele… não lhe ia contar que eu e o irmão nos beijamos eles pareciam se entender tão bem… não queria ser o motivo de discórdia entre eles, além do mais nunca mais iria ver o M..

12 comentários:

Momentos...volupté! disse...

É tão bom dançar né!!!???

Beijão...

Tetê disse...

além da dança, o envolvimento, as carícias.
isso aqui tá bom demais,
menina
!
bj

SmS disse...

ui...apesar de n costumar comentar...adoro ler-te

ehehe

quero é mais

ehehe

kissinhos

ParadoXos disse...

e que bela dança....

Moura ao Luar disse...

Adorei encontrar-te, a partilha desta história fez-me lembrar tantas coisas ;-)

Anónimo disse...

Olá bom dia

mais um pelo post....

e que bela dança, eu também adoro dançar bem encostadinho

Alentejano

Dida Prazeres disse...

Boa dança!!!! ;)

Beijo

(comigo é mais o pescoço do homem...que tentação...tenho quase que me amarrar para não o beijar!!! hihihihi)

Flavio Ferrari disse...

Se o gajo te convida para a casa dele DEPOIS de ter gozado, é amor !

A Menina Wow disse...

Só te descobri hoje.
E li-te desde o primeiro post...

Que história fantástica e envolvente... E .... ... não sei o que dizer mais...

Poderei nao comentar, mas vou estar atenta...


Um Beijo, Menina Wow.

VERTIGO disse...

Dança...mas temos que saber dançar conforme a música.

Beijos!!!

A Menina Wow disse...

Li tudo, desde outubro de 2008 até abril de 2009...

para se perceber a historia só lendo tudo. :)

Beijo*

Ari disse...

"A dança: uma expressão perpendicular de um desejo horizontal." (Autoria:George Bernard Shaw)